Yoga

Originalmente, o Yoga nasceu como uma visão muito especial sobre o ser humano e seu papel na ordem das coisas, que incluía um caminho prático para o crescimento pessoal. Um caminho que conduz o ser humano à compreensão de si mesmo.

A tradução literal da palavra Yoga é união, junção, veículo, método, maneira. Sri Aurobindo (criador da Yoga Integral) define o Yoga da seguinte forma: “É um esforço metódico, rumo à autoperfeição, através da expressão das potencialidades latentes do ser e de uma união do indivíduo humano com a existência universal e transcendente.”

yoga

O Yoga não fica no plano das ideias nem se restringe unicamente a uma série de exercícios feitos na sala de prática. Com isso em mente, podemos dizer que praticar o Yoga é como participar de um jogo: conhecendo as regras, jogamos por amor, relaxados, para conviver, apoiar e crescer junto àqueles que amamos.

O Yoga é para todos. Não é apenas para pessoas sadias ou doentes, jovens ou velhas. É para seres humanos, e não consiste em substituir o sistema de valores ou mitologias do mundo ocidental por outro exótico, não é escapismo ou uma resposta desesperada ao vazio que a sociedade oferece.

O Yoga não pode ser considerado uma religião, pois se baseia na experiência pessoal e não na passividade emocional; e mais, porque não tem dogmas nem credos. É muito comum vermos pessoas de todas as religiões praticando Yoga. A proposta do Yoga é aumentar a fé em si mesmo, pois só os que confiam em si podem confiar no próximo ou, até mesmo, em Deus.

Yoga não é ginástica

Apesar de trabalharmos o corpo, o Yoga não pode ser considerado ginástica de maneira alguma, pois o que caracteriza a ginástica é a repetição exaustiva, tendo por objetivo fazer trabalharem músculos e articulações, ocorrendo, por consequência, transpirações, acelerações respiratórias e batimentos cardíacos descontrolados, o que não ocorre no Yoga. O que caracteriza o Yoga é a tranquilidade na prática corporal: 80% do trabalho é mental, dispensando o aquecimento inicial; os movimentos do corpo são lentos e harmoniosos, a transpiração é mínima, o coração não deve perder seu ritmo. A prática com o corpo é apenas uma das fases da aula de Yoga pois, além de posições físicas, existem exercícios respiratórios, relaxamento, meditação.

 meditação

Anúncios

Um comentário sobre “Yoga

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s